Selecione uma localidade

Tipos de âncoras para barcos


Tipos de âncoras para barcos

 

âncora Almirantado

Âncora Tipo Almirantado (Fisherman)

Não há dúvidas que o tipo de âncora mais conhecida pelas pessoas no mundo todo é a almirantado, que em inglês, além do seu nome original “admiralty”, também é conhecida por fisherman (pescador). Difíceis de manusear e armazenar, essas âncoras, para que funcionem adequadamente, necessitam ter muito peso. Suas patas pequenas arrastam na maioria dos fundos se não forem muito pesadas, o que praticamente inviabiliza o seu uso em pequenas embarcações de esporte e recreio. No entanto, são eficientes em fundos rochosos, recifes e fundos com vegetação, o que, a meu ver, justifica o seu nome em inglês – fisherman. O pescador necessita ancorar onde os peixes estão, ou seja: sobre fundos rochosos, lajes, recifes e vegetação.

 

      Âncora CQR

Âncoras Tipo Arado

As âncoras do tipo arado, como seu nome sugere, funcionam como o arado agrícola. Após penetrar no fundo a sua forma convexa sob esforços, tende a dispersar o solo a sua frente exatamente como faz o arado na agricultura, deslizando sob o fundo do mar.

A CQR, é uma ancora tipo arado de haste articulável projetada no início da década de 1930 pelo matemático britânico Geoffrey Ingram Taylor. Apesar de necessitar ser muito pesada e muitas vezes arrastar e demorar a penetrar o fundo, durante muitos anos foi a única ancora compacta para pequenos barcos de esporte e recreio e isso a tornou muito popular entre os cruzeiristas.

Âncora Delta

A Delta é uma âncora tipo arado projetada na década de 1990. Sua haste fixa e aletas do arado são uma evolução da CQR, incorporando também algumas características da ancora tipo garra Bruce. Apesar de conseguir superar as performances das CQR e Bruce, mantem, em menor grau, os inconvenientes de uma âncora tipo arado já mencionados acima.

Âncora Danforth

Âncora Tipo Danforth e similares (âncoras planas articuláveis)

As âncoras tipo danforth foram desenvolvidas pelo engenheiro americano Richard Danforth um pouco após a CQR. Por seu baixo peso em relação a área de suas lâminas foi muito usada para ancorar hidroaviões. A forma atual desta ancora foi patenteada em 1948. É uma âncora com ótimo poder de retenção em fundos “softs” tipo areia fofa e lama, porém em fundos duros tipo areia compacta e solos com vegetação ela deslizará nesta superfície com muita dificuldade para se estabelecer e penetrar no solo. Sua melhor característica é o baixo peso em relação ao tamanho. No entanto ela tem uma desvantagem que é considerada muito preocupante. Se o barco sofrer mudanças repentinas de direção em função de inversões fortes de ventos ou marés e a âncora se soltar ela encontrará muita dificuldade para se estabelecer novamente e penetrar o fundo, arrastando e pondo a embarcação em perigo. Definitivamente não é uma âncora para se deixar o barco ancorado, sem vigilância, em locais que podem sofrer mudanças repentinas de ventos e marés.

 

Âncora Bruce

 

Âncora Tipo garra (Bruce)

Esta âncora foi projetada por Peter Bruce no início da década de 1970 conseguindo eliminar várias desvantagens das âncoras CQR e Danforth e rapidamente se tornou popular entre navegadores do mundo todo. Ela se comporta bem em fundos de lama e de areia de consistência fofa a média. No entanto em fundos duros de areia compacta e fundos de argila ela encontra muita dificuldade para atuar. Em fundos com vegetação ela dificilmente se estabelece e penetra adequadamente o solo marinho, praticamente inviabilizando seu uso neste tipo de fundo. A Bruce original deixou de ser fabricada a muito tempo. O que se encontra hoje no mercado são cópias, na sua grande maioria malfeitas, o que coloca seus usuários em sérios riscos.

 

https://www.daggermarine.com.br/files/DM_lateral.png

Dagger Anchor

 

Âncoras de nova geração

 

Até aqui falamos sobre âncoras de velha geração que estão sendo substituídas por outras modernas e muito mais eficientes.

Todos os testes e comparativos efetuados por especialistas tem demonstrado a grande superioridade dessas novas âncoras sobre suas antecessoras.

Dentro dessa nova geração se destaca a Dagger Anchor, uma âncora de alta performance e qualidade, concebida para atuar com segurança em qualquer tipo de solo marinho.

 

 

https://www.daggermarine.com.br/files/DM_over.png

Dagger Anchor

 

 

Dagger Anchor - A âncora de alta performance

 

Desenvolvida pela Dagger Marine, a Dagger Anchor é uma âncora de última geração e de alto desempenho que substitui com inúmeras vantagens todas as outras acima descritas. A sua fabricação modular em Aço carbono estrutural de alta resistência, aço inoxidável 316L e duplex ou ligas especiais de alumínio de alta performance, lhe confere desempenhos excepcionais em qualquer tipo de fundo subaquático.

Como os testes desta âncora tem demonstrado, suas formas geométricas e distribuição de pesos, garantem que a mesmas se posicionem de forma correta com a sua afiada ponta de ataque voltada para baixo assim que atingem o fundo, garantindo seu completo e correto estabelecimento e penetração no fundo, seja ele de composto mole ou duro, com ou sem vegetação, garantindo ancoragens rápidas e seguras em qualquer tipo ambiente.

Alguns tipos de âncoras, como descrito acima, assim que tocam o fundo do mar e conseguem penetrar no mesmo, têm a tendência a se mover através dele. Outras, em alguns tipos de fundo, deslizam na sua superfície sem conseguir penetrar no mesmo, enquanto outras mesmo tendo conseguido se estabelecer corretamente, caso se soltem por uma inversão brusca de vento ou maré, não conseguem se estabelecer novamente deixando o barco à deriva e em perigo.

As âncoras Dagger anchor, como seu próprio nome sugere, como uma adaga, crava rápido e profundamente assim que toca o chão e começa a sofrer esforço, seja qual for o tipo de fundo. Assim que sua ponta afiada como uma adaga toca no fundo e é puxada pelo segmento do barco, crava imediatamente no solo. Sua lâmina côncava, ao contrário da forma de arado, tende a compactar o material a sua frente, aumentando sua resistência ao arrasto. Quanto maior o esforço sofrido, mais ela se enterra atingindo camadas mais densas, com maior capacidade de retenção no fundo marinho.

A montagem inteligente e modular de sua haste não depende de esforços sobre parafusos que podem falhar ou se soltarem.

A sua parte de baixo lisa e sem parafusos, permite que ela seja apoiada sobre um convés sem danificá-lo.

Sua montagem ou desmontagem é simples e rápida, e quando desmontada ocupa um mínimo de espaço.

Francisco A. de Góis –  Design Enginneer, Velejador,  Capitão Amador e diretor na https://www.daggermarine.com.br/ 

 

 

 

183_photo_2746.png

 

Técnicos